Menu

    "A simplificação da figura humana, a chegar mesmo no limite da deformação, e a fluidez da cor como forma de expressão.

    Bento Moura liberta-se da espacialidade realista da imagem e solta suas tentações através de cores fortes, justapostas com equilíbrio. Podemos dizer a partir da observação de seu trabalho, que a linha cumpre uma função fundamental; nota-se a simplicidade formal e a busca pela configuração de um espaço com singularidades específicas.

    O Artista busca escapar à tridimensionalidade clássica através de uma total liberdade compositiva do traço das figuras, que passam a conviver com o fundo, sem diferenciação tridimensional, em uma clara compreensão contemporânea de espaço.

    Vemos a figura humana isolada em sua bidimensionalidade radicalmente simplificada por uma silhueta. O Artista dá lugar a uma reflexão sobre a linha em sua função limitadora e criadora da forma orgânica: As formas estruturam-se em um equilíbrio harmônico tanto pela composição do fundo que ativa o movimento da figura quanto pela própria figura, em sua forma, a emprestar movimento.

    A liberdade gestual de Bento Moura procura alcançar a velocidade de seu pensamento, como se a figura fosse a anotação de uma idéia que estivesse na iminência de escapar."

    José Roberto Moreira
    Curador e Galerista / Colorida Art Gallery, Lisboa

    .........

    "The simplification of the human figure, to reach the very edge of the deformation and the fluidity of color as form of expression.

    Bento Moura frees himself from the spatiality realistic of image and release his temptations through bold colors, juxtaposed with balance. We can say from observation of their work, that the line fulfills a vital function, we can observe the formal simplicity and the search for an specific space with singularities.

    The Artist wants to escape the classic three-dimensionality through a total free composition of the trace of the figures, who comes to live with the bottom, without three-dimensional distinction, in a clear contemporary understanding of space.

    We see the human figure isolated in your two-dimensionality of a radically simplified silhouette. The Artist gives rise to a reflection on the line in its function of limiting the organic and creative: The forms are structured in a harmonious balance both in the composition of the fund that enables the movement of the figure as the figure itself, in its form, to lend movement.

    The gestural freedom of Bento Moura wants to achieve the speed of his thought as if the figure was the annotation of na Idea that was about to escape.”

    José Roberto Moreira
    Curator & Gallerist / Colorida Art Gallery, Lisbon